Tire suas dúvidas sobre imigração!

Bate Papo com Marilene Quintana, consultora registrada de imigração canadense na E-Visa Immigration

 

Com a missão de fornecer serviços da mais alta qualidade em consultoria de imigração, a empresa E-Visa Immigration é nossa parceira e destaque no ramo de programas para imigrantes. Ela vai desde o aconselhamento do cliente sobre o programa mais adequado, fornecendo informações com relação à complexidade, tempo de processamento, prós e contras de cada, necessidades de documentação, possíveis resultados, até o auxilio com a preparação da documentação e fornecimento de documentos, mantendo o controle dos dead-lines e pagamentos.

Conversamos um pouco com Marilene Quintana, membro da ICCRC, órgão regulador para Consultores de Imigração do Canadá, com diploma em Immigration Consulting adquirida em Vancouver e tiramos dúvidas sobre vistos e imigração.

 

Qual a principal diferença entre o Express Entry e o Mon Projet Quebec?

O Mon Projet Quebec é um processo que abre cotas limitadas em datas específicas. A data mais recente para inscrição foi em 16/08/2016, o qual haviam 5.000 quotas. Ele também oferece pontos adicionais para filhos acompanhantes.

Já o Express Entry está aberto durante todo o ano, porém apenas candidatos com pontuações acima da pontuação de corte de cada rodada são convidados. As rodadas acontecem a cada quinze dias e em media são selecionadas de 750 a 1.500 pessoas por rodada.

Ambos levam em consideração idioma, experiência profissional, idade e formação acadêmica, no entanto, o Mon Projet Quebec tem pontos diferentes de acordo com a área de atuação.

 

Com relação a estudantes de College em províncias fora do Quebec, como funciona para quem quer aplicar através do Express Entry?

O Express Entry é um sistema de pontos onde é necessário ter uma boa pontuação para ser elegível para o programa de imigração. Os 5 critérios de seleção são: nível de inglês ou francês, nível acadêmico, idade, experiência profissional qualificada no país de origem e experiência profissional qualificada no Canadá.

Hoje, ao concluir um programa de estudos no Canadá, o estudante não recebe pontos adicionais para imigração pelo fato do curso ter sido realizado aqui, apenas pontos referentes ao nível acadêmico adquirido. No entanto, está previsto que a partir de Setembro / Outubro de 2016, ele passe a adicionar mais pontos no Express Entry.

Ao estudar em um College, seu esposo(a) sera elegível para um Open Work Permit, que o permitirá obter experiência profissional qualificada no Canadá e portanto, adquirir pontos para o Express Entry. Estudantes de instituições elegíveis que qualificarem para o PGWP – Post Graduation Work Permit, também poderão receber pontos adicionais ao obter experiência profissional qualificada no Canadá.

 

O que faz de uma pessoa um candidato ideal para o Express Entry?

Um candidato ideal deve ter um bom nível de Inglês ou francês, Graduação (pelo menos um Bacharel ou Diploma de 3 anos) e de preferência uma pós-graduação, ter entre 20 e 35 anos e, pelo menos, 3 anos de experiência profissional qualificada.

 

Que item, dentre os requisitos pedidos pelo Express Entry, você acha que é o mais importante?

O nível de inglês ou francês do candidato é o item mais importante para a aplicação, já que é o que tem maior peso na pontuação.

 

Quem está estudando em College e quer aplicar através do Express Entry, quando pode aplicar?

Na maior parte dos casos a nossa recomendação é aplicar o quanto antes possível, tão logo o aplicante esteja confiante com o nível de inglês ou francês, no entanto, cada caso é um caso. Nós sempre recomendamos uma consulta para que possamos identificar a melhor estratégia de acordo com seu perfil.

 

Existem cursos com melhores pontuações para quem está estudando College no Canadá e quer aplicar através do Express Entry?

Escolas públicas ou com fundos públicos, além de serem elegíveis para o Post-Graduation Work Permit, também qualificam para os programas de International Graduate oferecidos pelas províncias, portanto, são uma melhor opção.

 

Qual a média de tempo entre a aplicação e o recebimento do visto de residente permanente para quem aplica através do Express Entry?

O tempo estimado é de 6 a 8 meses após o Invitation to Apply.

 

Estar morando no Canadá ao aplicar faz diferença?

Estar morando no Canadá ajuda no processo, pois pode facilitar a imersão e melhora no idioma. Outra questão favorável é que pode se conseguir pontos através de outros critérios (por exemplo: Canadian Experience Class, Oferta de Trabalho, etc.)

 

Mercado de trabalho na província de Manitoba

Manitoba, província canadense, tem um ótimo padrão de vida, crescimento econômico constante, indústria diversificada e índice de empregabilidade altíssimo. E como era de se esperar: está precisando de trabalhadores qualificados de tenham domínio de inglês.

A necessidade por trabalhadores é tanta que existe um programa de imigração próprio do Governo de Manitoba, que seleciona trabalhadores qualificados de profissões específicas em falta na região. Desta forma, agiliza a aquisição do visto permanente de residência canadense, não só do trabalhador como da família. Para saber mais sobre o programa, é só acessar nossa área de links úteis aqui no site.

 

TRABALHE EM MANITOBA – Uma pesquisa recente divulgou algumas das profissões com grande demanda no Canadá e suas províncias, principalmente Manitoba. São elas:

Enfermagem: Profissional dedicado a promover, manter e restabelecer a saúde das pessoas, trabalhando em parceria com outros profissionais. Este profissional é indispensável em hospitais, trabalha em clínicas e presta atendimento domiciliar. Coleta dados sobre o estado de saúde do paciente e define a conduta a ser seguida pela equipe de enfermagem.

10.260 novos empregados só em 2016.

Salário médio inicial: CAD$62,500 anual ou CAD$5,208 por mês

Marketing: Um administrador de negócios especializado em aumentar as vendas. O profissional detecta e aproveita as oportunidades de mercado, atrai o consumidor e atende às necessidades do cliente.

4.450 novos empregados só em 2016.

Salário médio inicial: CAD$ 47.900 anual ou CAD$3.999 por mês

Tecnologia da Informação:  O setor de TI se divide em três áreas de atuação- infraestrutura, software e banco de dados. Na primeira estão analistas de suporte técnico e administradores de redes; na segunda, programadores e desenvolvedores; na terceira, administradores de banco de dados e especialistas em servidores.

6.750 novos empregados só em 2016.

Salário médio inicial: CAD$58.200 anual ou CAD$4.850 por mês.

 

BRASILEIROS E EMPREGOS NO CANADÁ – Quando se fala em imigração e oportunidade de emprego o brasileiro tem lá suas vantagens, pelo menos em se tratando de Canadá e suas províncias. Por sermos bem preparados profissionalmente e termos facilidade em nos adaptar a novas culturas, terminamos sendo o profissional em potencial para as empresas no Canadá.

E as vantagens desse âmbito não acabam por aí, comparados a outras nações, o brasileiro ainda tem uma grande facilidade em aprender o francês, devido a nossa língua latina cheia de sons nasais. Pensa que acabou por aí? Ainda temos como ponto favorável os nossos cursos superiores e técnicos, que são bem parecidos com os que existem pelo Canadá.

Montreal, qual o custo de vida dessa cidade do Canadá?

Muito se fala sobre a alma canadense ser dividida em duas: Francesa e Inglesa. Se formos por essa linha, Montreal é a representação disso. Para se ter ideia, a cidade é a maior de língua francesa do mundo depois de Paris. Por ser assim, Montreal é mundialmente conhecida pelos seus moradores bilíngues, que em sua maioria vão do francês para o inglês em um piscar de olhos. Québec, província onde fica localizada, é considerada a maior canadense, e Montreal a segunda cidade mais populosa do país. Com aproximadamente 4 milhões de pessoas na região metropolitana, Montreal se consolida como um dos principais centros industriais, comerciais e culturais da América do Norte.

Mas vamos ao que interessa. Qual o custo de vida em Montreal?
A cidade apresenta um custo de vida relativamente menor do que as outras cidades mais cosmopolitas do Canadá. Em Montreal você pode viver confortavelmente com um rendimento razoável. Oba!

Aluguel

CornichesPieIXopen-concept-condo-for-sale-montreal-sud-ouest-quebec-province-en-large-3137960

O valor médio de um aluguel de um imóvel em Montreal vai depender muito do tipo dele, tamanho e localização (quanto mais afastado do centro, mais barato, quanto mais próximo de estações de metrô, mais caro). O valor varia em torno de CAD$800 a CAD$ 1,100 por um apartamento de um quarto no centro ou dois quartos mais afastado do centro. Preços bem mais convidativos, quando comparamos a Vancouver, por exemplo.

Transporte

STM-MR-63-Longueuil-Metro

Como na maioria das cidades do Canadá, em Montreal o transporte público funciona muito bem e com um preço atrativo. Em geral, paga-se uma taxa fixa por mês de CAD$ 82 para usar o transporte público quantas vezes você quiser dentro da ilha de Montreal, isso inclui ônibus e metrô. Também existe o passe único CAD$ 3,25 e outros tipos de passes para quem não usa o transporte com regularidade. O metrô, apesar de não atingir toda a cidade de Montreal é complementada pelo sistema de ônibus, que são pontuais e organizados. Caso tenha interesse em saber sobre as tarifas da STM (empresa responsável), você pode consultar neste link: http://stm.info/English/tarification/a-grilletarif.htm.

Alimentação

20150327-poutine-joshua-bousel

Aqui vamos dividir em dois tópicos: os mercados, onde você fará as compras do mês e os restaurantes da região.

Mercados – Uma coisa boa em Montreal é que diferente do Brasil, onde pagamos impostos por tudo, nos mercados da cidade apenas os produtos industrializados/processados é que são cobrados. Alimentos como frutas, legumes, verduras, carne, leite, ovos e derivados são isentos de impostos, o que diminui bastante no valor da sua conta do mês. Basicamente, a compra do mês custa em média CAD$400 a CAD$600 para duas pessoas. Quer uma dica de supermercados baratos? Super C e Maxi. Os mais caros, mas que vez por outra surgem com promoções legais são o IGA, Metro e Provigo.

**** Na cidade, ainda existe um programa social chamado “bancos de alimentação”. Neles, você recebe alguns mantimentos, como cestas básicas, gratuitamente ou por um valor bem pequeno. Esse benefício é exclusivo para pessoas de baixa renda, no entanto, para quem ainda está se estabelecendo em Montreal e não conta com muita grana, é uma ótima opção. Várias igrejas, associações e instituições voltadas para imigrantes ajudam nessa parte, é só procurar a mais próxima de onde você vai morar.

Restaurantes – Como em todas as cidades, os restaurantes vão de acordo com o que você quer, e isso vale para o preço também. Em Montreal, temos os Fast-Foods, com inúmeras opções em que você consegue uma refeição completa por CAD$ 10,00. Caso opte por um buffet, que são bem parecidos com os restaurantes do Brasil, ou seja, pagando o valor que se come, a média do prato fica em torno de $16,00. Já os “à la carte”, onde você escolhe o prato no menu, a faixa de preço varia muito. Em geral, em um restaurante mediano, você encontra um prato por CAD$20 a CAD$30.

Diversão

Travel_Photography_Blog_Montreal_Busy_Summer_Day-1920x108048956-Montreal

São muitas as opções de diversão em Montreal. A cidade é repleta de museus, cinemas, teatros, parques e bares. Todas elas variam de preço e, especialmente, de quanto você quer gastar. Existem muitas opções gratuitas na cidade, em todas as estações do ano, vale ressaltar, como os parques e atividades promovidas pela prefeitura. As opções mais baratas de lazer estão nos boliches, cinema, museus e etc. Também existem atividades mais caras, como festas fechadas e concertos de músicas. Tudo depende do seu orçamento.

48959-Montreal

Palestra Estudo e Imigração no Canadá São Paulo, Natal e Salvador

Mora em São Paulo, Natal ou Salvador e quer saber mais sobre maneiras de estudar e imigrar para o Canadá? Estaremos na cidade no mês de setembro e você é nosso convidado! Quer saber qual é a melhor província canadense para estudar e imigrar? Quer entender melhor como funciona o sistema de ensino, processos de visto e mercado de trabalho? Essa é a sua chance!

hi16-19-extra-03

São Paulo

O quê: Palestra Imigração e Estudo no Canadá

Quando: 19/09, às 19h

Faça sua inscrição aqui: http://bit.ly/PalestraSãoPaulo

Onde: Pestana Hotel – Rua Tutóia, 77, Jardim Paulista – SP

Valor símbolo de R$8,00 será totalmente revertido para uma instituição de caridade da cidade.

Apoio: University of Prince Edward Island.

 

 

 

hi16-19-extra-01

Natal

O quê: Palestra Imigração e Estudo no Canadá

Quando: 22/09, às 19h30

Faça sua inscrição aqui: http://bit.ly/PalestraHBNatal

Onde: Best Western Premier Majestic Hotel

Valor símbolo de R$10,00 será totalmente revertido para uma instituição de caridade da cidade.

Apoio: VGC International College

 

 

 

hi16-19-extra-05

 

Salvador

O quê: Palestra Imigração e Estudo no Canadá

Quando: 28/09, às 19h

Faça sua inscrição aqui: http://bit.ly/PalestraSalvador

Onde: Hotel América Towers – R. Frederico Simões, 120

Valor símbolo de R$10,00 será totalmente revertido para uma instituição de caridade da cidade.

Apoio: Centennial College e Quest Language

Vamos conhecer e viver em Mississauga?

Mississauga é a 6ª maior cidade do Canadá com cerca de 700 mil habitantes. Esse número de habitantes deu a ela o título de maior subúrbio das Américas. Mas o porquê desse povo todo? A quantidade de gente se deve ao grande potencial de fontes de negócios que a cidade tem. Sede de grandes empresas, como Citibank Canada, Walmart, Microsoft e Target Air estão situadas lá. Para se ter ideia, a renda arrecadada em 2012 foi de $ 3,2mi e a cidade gerou mais de 2500 empregos.

Esse crescimento econômico se deu por meio do crescimento de Toronto. Mississauga, que fica bem pertinho de lá, na província de Ontário, aproveitou o embalo e investiu através da construção de residências e altos edifícios de apartamentos, atraindo as pessoas que queriam uma vida mais tranquila, longe da agitação de Toronto. Para as empresas, os baixos impostos municipais, a proximidade com Toronto e a farta rede de transportes foram ideias para atrair os olhares dos grandes empresários do comércio e indústria para o local. O melhor de tudo é que o custo de vida não é tão alto, comparado a Toronto.

Quer saber mais um destaque de Mississauga? Transporte. A cidade é considerada um grande polo de transportes. É nela que está localizado o mais movimentado aeroporto do país. Além disso, a região ainda conta com cinco vias expressas que cortam a cidade, oferecendo acesso rápido a vários destinos do Canadá e Estados Unidos. Além de fácil acesso a Toronto, especialmente porque grande parte das pessoas que moram lá vão diariamente à cidade para trabalhar.

E o turismo? Bom, mesmo sendo uma das dez maiores cidades do Canadá em número de habitantes, Mississauga tem pouquíssimas instituições culturais, isso se deve à sua proximidade com Toronto. Os grandes destaques são: Mississauga Square One, um dos maiores shopping centers do Canadá, com mais de 150.000 m2 e mais de 360 lojas. Waterfront Mississauga, um evento anual que atrai uma média de 65.000 pessoas, e apresenta entretenimento, como engolidores de fogo, artistas circenses, atividades esportivas e shows aquáticos. Você ainda pode visitar a Mississaugua Central Library e os parques Jack Darling, Memorial Park Rattray Marsh, Conservation Area Lakefronte o Promenade Park.