Como utilizar os serviços de saúde no Canadá

HealthCanada

O sistema de saúde canadense varia entre as províncias, cada uma delas possui seu sistema e suas regras específicas. Todas elas fornecem serviços médicos de emergência gratuitos, mesmo que você não tenha um cartão de saúde do governo, mas haverá restrições dependendo do seu status de imigração. Em algumas províncias, com status de estudante, trabalhador ou residente você deve aguardar, às vezes até três meses, antes de poder obter o seguro de saúde do governo. Por isso, é importante ter um seguro de saúde privado para esse período de espera.

 

Os planos de seguro de saúde do governo oferecem acesso a serviços médicos básicos. Alguns serviços não têm cobertura, como medicamentos prescritos, cuidado dental, fisioterapia, serviços de ambulância, entre outros. Quando você trabalha no Canadá, algumas empresas podem te dar cobertura extra para alguns desses serviços.  Nesse link do governo http://www.cic.gc.ca/ENGLISH/newcomers/after-health.asp é possível encontrar detalhes sobre o sistema de saúde de todas as províncias.

 

Sendo residente permanente, você pode ter acesso a um ‘médico de família’, que é um clínico geral que te acompanha, que vai conhecer seu histórico, solicitar exames e te encaminhar para especialistas. Alguns brasileiros costumam achar estranho por não conseguirem ir diretamente a um médico de uma determinada especialidade, como é comum no Brasil. Mas, no Canadá, para ser encaminhado a um cardiologista, por exemplo, é preciso passar pelo médico de família primeiro e é ele quem faz o encaminhamento, caso julgue necessário. Esse processo pode ser um pouco demorado também, pois há uma demanda grande para alguns especialistas e varia de acordo com a urgência do seu caso. Por ser um sistema público de saúde, os médicos levam bastante em consideração o seu histórico médico e sintomas, por isso, exames de rotina e check-ups sem precedentes normalmente são feitos em clínicas particulares por quem deseja (alguns planos de saúde empresariais fazem cobertura desse tipo de exames particulares).

 

Encontrar um médico de família, em cidades grandes, não é um processo muito fácil. O governo tem um sistema que te ajuda a procurar por um profissional para te acompanhar, se chama Health Care Connect. Nele, você faz um cadastro e aguarda enquanto eles encontram um profissional disponível para aceitar novos pacientes. Caso não queira esperar, você pode pedir indicação de amigos que já têm um médico de família ou procurar em outros sites, como o Rate MDs ou Opencare.

 

Há também as walk-in clinics, onde não é necessário marcar a consulta previamente. O paciente vai até o local, mostra seu cartão de saúde e aguarda pelo atendimento. Mas, vale ressaltar que, algumas vezes nesses locais, os médicos costumam fazer um atendimento bem básico. Se for caso de emergência, é melhor ir até um hospital. Se for realmente urgente, serão feitos todos os exames necessários e depois será indicada a medicação e/ou tratamento adequados. Mas, lembre-se, o tempo de espera nos hospitais depende do nível da sua emergência. Em alguns casos, você pode passar horas esperando.

 

Saiba mais em:

Health Care Connect: https://www.ontario.ca/page/find-family-doctor-or-nurse-practitioner

RateMDs: https://www.ratemds.com

Opencare: https://www.opencare.com/

NATAL – Palestra Estude, Trabalhe e Imigre para o Canadá

NATAL, chegou a sua chance de você tirar todas as suas dúvidas sobre trabalho e estudo no Canadá com a nossa equipe!

O evento será realizado no dia 28 de março de 2018, no Hotel Majestic de Ponta Negra. E contará com a participação especial do Centennial College e da Escola Quest Language Studies, ambos localizados em Toronto.

[button link=”https://www.sympla.com.br/estude-trabalhe-e-imigre-para-o-canada__248477″ color=”default” size=”” stretch=”” type=”” shape=”” target=”_blank” title=”” gradient_colors=”|” gradient_hover_colors=”|” accent_color=”” accent_hover_color=”” bevel_color=”” border_width=”1px” icon=”” icon_divider=”yes” icon_position=”left” modal=”” animation_type=”0″ animation_direction=”down” animation_speed=”0.1″ animation_offset=”” alignment=”left” class=”” id=””]Clique aqui para fazer sua inscrição![/button]

 

 

O seminário abordará a possibilidade de estudar no Canadá e aplicar para um processo de imigração. Entre os assuntos incluídos na programação estão:
– Vantagens de estudar, trabalhar e imigrar para o Canadá.
– Mercado de Trabalho e Custo de Vida
– Estudar e imigrar através das províncias do Quebec, Ontário, British Columbia, Manitoba e provincias do Atlântico.
– Saiba como se preparar para ingressar num college ou universidade no Canadá.
– Saiba mais sobre como aplicar para o Visto de Estudante.
Se desejar mais informações, você pode entrar em contato pelo nosso email: contato@hibonjour.com.br.
Contamos com sua presença!
Este é o primeiro passo para você morar no Canadá!

Canadá | Pontos importantes para garantir a aprovação do visto de estudante

O Canadá tem sido cada vez mais procurado por estudantes por ser receptivo à imigração, por ter ótima qualidade de vida, uma economia forte e instituições de ensino de alta qualidade. Porém, a solicitação do visto de estudante atende a uma série de procedimentos e, para ter sucesso na aplicação, é preciso ficar atento às regras e fazer tudo com antecedência e planejamento.

VistoCanadense

Um dos pontos a serem analisados é o propósito dos seus estudos que tem ser coerente com sua experiência anterior e com sua história de vida. Sendo assim, um pedido de visto para um curso que esteja ligado ao seu background tem mais chances de ser aprovado. A empregabilidade também é um dos fatores que passam por análise. Por exemplo, quem se manteve em um mesmo emprego por um bom tempo ou que, no momento da aplicação, não está desempregado por um longo período tem uma maior chance de ter uma resposta positiva. Os históricos de viagens e de saúde também são considerados. Caso já tenha viajado para fora do país e não tenha ficado além do tempo permitido, é um requisito que pode favorecer o seu pedido. Já em relação à saúde, pessoas com complicações médicas podem ter problemas no processo.

 

A comprovação financeira é um tópico fundamental e de extrema importância para a aplicação para o visto de estudo canadense. O governo pede que você comprove que tem condições financeiras de se manter no Canadá e pagar seus estudos, mesmo no caso de não conseguir um trabalho no país. Então, existem dois valores que precisam ser comprovados, sendo o primeiro deles o equivalente a, pelo menos, o primeiro ano de taxass da instituição onde você pretende estudar.

visto-canada-eta

Além disso, é também necessário comprovar que você tem reserva financeira suficiente para se manter no país, cobrindo os gastos de aluguel, transporte, alimentação e etc. Esse valor varia de acordo com a quantidade de pessoas envolvidas na aplicação. O valor mínimo que é preciso ser comprovado é de cerca de dez mil dólares para uma pessoa solteira, já se for um casal (sem filhos), é necessário comprovar catorze mil e, caso tenham filhos, mais três mil dólares para cada dependente. Esses valores não são válidos para a província do Quebec, para saber mais sobre a comprovação financeira dessa província, clique no link: http://bit.ly/1YFkSJc

 

É essencial enviar não apenas comprovação bancária da existência desse dinheiro, mas também a declaração do Imposto de Renda para que a aplicação para o visto seja bem consistente e as chances de uma resposta positiva sejam maiores. Normalmente, é recomendado que se apresentem extratos bancários dos últimos quatro meses. É importante ressaltar que há a possibilidade de ter um ‘sponsor’ financeiro para a aplicação, mas que seja alguém da família e essa pessoa precisa escrever uma carta e apresentar os mesmos documentos relativos à comprovação financeira.

 

Mais detalhes sobre aplicação para o visto canadense, acesse o site oficial do governo: http://www.cic.gc.ca/english/study/study-how.asp.