Tem medo do inverno no Canadá? Leia esse post!

O inverno canadense é considerado por muitos brasileiros o maior impedimento na hora de imigrar para o país. Com temperaturas que podem chegar a -25ºC em algumas regiões, a estação dura oficialmente quatro meses, de dezembro a março, mas as baixas temperaturas podem chegar mais cedo (novembro) e ir embora mais tarde (abril) em certas províncias do Leste: Quebec, Ontario, Saskatchewan e Manitoba estão entre as que costumam apresentar frio mais intenso. British Columbia, no entanto, é um exemplo de província onde as temperaturas não passam dos -5ºC, oferecendo uma sensação térmica mais amena.

Apesar do Canadá ser famoso pelo inverno intenso, a rotina das cidades não é afetada durante a estação, que também não implica na diminuição da qualidade de vida de quem mora no país: todos os estabelecimentos comerciais e residenciais assim como ônibus e metrô possuem sistemas de calefação eficientes e há uma preparação intensa dos governos locais para lidar com a estação mais fria do ano, mantendo ruas e estacionamentos livres da neve e garantindo a manutenção de todos os serviços à população. Até mesmo eventos abertos ao público continuam acontecendo, proporcionando experiências únicas como praticar ski, patinação e snowboarding no gelo.

 

Um fato importante a ser considerado é: quanto mais preparado você estiver para o inverno, mais tranquilo ele será para você, transformando-se em uma época proveitosa e marcante! Por isso, esteja atento ao que vestir durante os dias mais frios:

Casaco Impermeável: tão importante quanto estar agasalhado é estar protegido da chuva, sobretudo em alguns locais como Vancouver. Além disso, este tipo de casaco protege também nos dias em que a neve fica mais forte. Algumas marcas oferecem até mesmo a possibilidade de remover o forro interno, tornando a peça adaptável a cada necessidade. Experimente procurá-los também em Outlets! Prefira os casacos que tenham elástico nos punhos, que protegem de maneira mais eficaz. Pode ser um investimento alto, mas casacos bons duram anos e fazem o seu dinheiro e o seu inverno valerem a pena.

 

Roupas Térmicas: na hora de comprar, você pode escolher entre calças quentes, muito quentes e super quentes. Antes de escolher, considere as temperaturas na região onde você estiver. Uma boa opção também é o uso de leggings térmicas e meias-calças. Quanto às blusas, prefira as que sejam térmicas e de mangas curtas. Afinal, ao entrar nos ambientes durante o inverno, você vai precisar retirar o agasalho e, caso a blusa seja quente, ela pode se tornar desconfortável. Luvas térmicas são sempre bem-vindas, escolha as que têm opção touchscreen para que seja possível manusear a tela do seu smartphone. Cachecóis, protetores de orelha e de rosto podem ser de grande ajuda para as pessoas que são mais sensíveis às baixas temperaturas

Calçados: prefira sempre os impermeáveis e antiderrapantes. Tênis e botas resistentes acompanhados de meias térmicas são os mais indicados para o inverno canadense.

Se você possui carro, outro item que faz toda a diferença é o pneu de inverno, que adere mais ao asfalto, se comparado aos pneus comuns. Além disso, o seu veículo deve estar sempre limpo da neve (no Canadá é proibido o tráfego nas ruas de veículos que estejam com depósito de neve, por razões de segurança). Em casa, lembre-se de manter a garagem limpa.

 

Outros cuidados são igualmente importantes para enfrentar o inverno no Canadá: procure proteger sempre a sua garganta, ande devagar e com atenção, esteja sempre atento ao gelo nas calçadas, hidrate sempre os lábios e olhos e evite se expor ao frio intenso (-20ºC). Em dias cujas temperaturas são mais baixas, a melhor coisa a fazer é manter-se aquecido em locais fechados, uma excelente oportunidade para maratonar aquela série que você estava querendo assistir. 😉

Apesar de ser um período do ano de difícil adaptação para algumas pessoas, você certamente vai adorar passear em meio à neve nas ruas da cidade, admirar as paisagens naturais, praticar os esportes da estação e aproveitar as programações dos festivais de inverno! Cabe lembrar também que o Canadá não é só inverno. Em algumas províncias o verão se assemelha bastante ao que conhecemos no Brasil, a primavera é bastante colorida e o outono muito charmoso!

Tudo o que você queria saber sobre TRADUÇÃO JURAMENTADA

traducao-juramentada-canada-800x534

Por Pablo Raúl Fernández de Bernoche, PRF Traduções.

Tentarei ser breve neste texto para esclarecer algumas dúvidas frequentes sobre o serviço de tradução juramentada tão essencial na vida de qualquer pessoa que deseja estudar ou imigrar para o Canadá. As informações aqui expostas surgiram das dúvidas mais frequentes enviadas pelos nossos clientes.

 

O que é tradução juramentada e por que preciso dela para os meus documentos?

A tradução juramentada é aquela tradução que possui fé pública, ou seja, a firma do tradutor juramentado tem validade oficial. A juramentação garante legalmente que o documento em idioma estrangeiro (a tradução) é 100% fiel ao original.

 

Preciso do reconhecimento de firma?

Existem duas definições padrão: Tradução (de um idioma estrangeiro para o português) e Versão (do português para um idioma estrangeiro).

Quando é feita a tradução é obrigatório reconhecer a firma do tradutor. Quando é feita a versão, é recomendável não fazer o reconhecimento, pois o mesmo fica em português num documento escrito em outra língua. Algumas instituições estrangeiras não gostam disto e podem devolver o documento. Para intercâmbio, sugerimos não reconhecer a firma, pois apenas o papel timbrado é suficiente.

 

O preço pode variar? Existe uma tabela?

O valor da tradução juramentada é tabelado pelas juntas comerciais de cada Estado e o valor varia muito pouco de um estado para outro. É possível obter algum desconto sim,  mas se houver uma variação muito alta entre orçamentos, provavelmente o orçamento “tão mais barato” pode esconder problemas.

Para baratear uma tradução juramentada, a empresa precisaria escalar um tradutor júnior para fazer a tradução e mandar algum juramentado assinar. ESTA PRÁTICA É ILEGAL.

É claro que o tradutor receberá ajuda, trabalhando com formatadores, por exemplo. Mas o aval sobre a tradução final, a execução da tradução e a revisão são de responsabilidade exclusiva dele, haja vista que é a firma dele que é a oficial.

Já pensou você tirar uma certidão de casamento no supermercado? Não, né? Então …

Também temos tradutores que nem sabem que suas folhas estão sendo usadas, tradutores que já morreram e permanecem na ativa, tradutores que inventaram uma folha e que não são juramentados, etc., etc., etc… Aí fica fácil baratear, você não acha?

 

 

 Como devo ser cobrado? Que riscos corro?

A LAUDA de tradução é cobrada a cada 1.000 caracteres sem espaços. Isto é determinado pelas juntas comerciais. Cobrar por palavra, por caracteres com espaços, inventar uma lauda maior ou menor, etc., são práticas duvidosas. O risco que você corre é cair nos problemas citados no item anterior, e que sua tradução não tenha validade. Em resumidas contas, não é possível super baratear um valor que é tabelado. Por exemplo, no caso do cigarro, se a mesma marca custa “X” numa loja e “X menos 1” na outra, é sinal de que algo está errado, não acha?

Avalie seus orçamentos conforme a qualidade no atendimento e a confiança que a empresa lhe passar. Analise se a pessoa que lhe atender está sendo firme nas informações. Estão te dando o frete? Estão reconhecendo firma nos casos necessários? Qual foi o prazo oferecido?

 

Pablo Raúl Fernández de Bernoche, PRF Traduções.

Sócio e Diretor na empresa PRF & Angels Traduções e Idiomas Ltda. desde 2006. Empresa com escritórios na Capital e no Litoral de São Paulo, que executa serviços de tradução livre e juramentada em todos os idiomas. Quer saber mais entre em contato com Pablo pelo e-mail contato@prftrad.com.br

Quando escolher um Career Program é a melhor opção?

Career Programs estão entre os programas mais procurados pelos estudantes no Canadá por diversos fatores. Por possuírem um componente de estágio chamado “CO-OP”, eles são conhecidos como programas de estudo e estágio e permitem até 20 horas de trabalho por semana enquanto você estuda. Quer melhor maneira de praticar o seu inglês e bancar o seu intercâmbio?

COMRESSED-685x457

 

Distribuídos principalmente entre as áreas de hotelaria, turismo, negócios, atendimento ao cliente e tecnologia, estes cursos requerem ao estudante um nível mais baixo de conhecimento do idioma, além de apresentarem uma tuition de valor mais acessível, duas importantes vantagens que devem ser consideradas na hora da escolha. Dessa forma, são ideais para estudantes que já possuem algum nível de conhecimento da língua inglesa e desejam viver uma experiência de estudo e trabalho no Canadá, adquirindo novos conhecimentos sobre uma profissão enquanto recebem pelos serviços prestados em dólar canadense.

Os Career Programs também podem ser uma opção interessante para estudantes que possuem maior limitação nas despesas e precisam trabalhar durante o intercâmbio, como também para aqueles que ainda não sabem exatamente quais rumos profissionais desejam seguir, visto que a experiência de trabalho pode auxiliar nesta escolha.

reasons-to-study-in-canada

Estudantes que pensam em imigrar, mas não têm certeza se este é realmente o seu desejo, encontram no Career Program uma excelente opção para viver no Canadá e conhecer a realidade do dia-a-dia e mercado de trabalho local e posteriormente podem traçar um plano de imigração se esta for realmente a sua vontade.

Career Programs representam ainda uma boa opção para estudantes que possuem uma boa pontuação no Express Entry mas precisam aprimorar os conhecimentos do idioma, possibilitando que sejam chamados para aplicar ao processo de imigração enquanto ainda estão no Canadá. Além disso, programas com este perfil também são considerados como “portas de entrada” para quem espera cursar um College Público ou Universidade no Canadá: enquanto estuda, você tem a oportunidade de trabalhar e organizar suas finanças para que possa investir futuramente em outros programas que somam mais pontos para a imigração.

Tem alguma dúvida sobre este ou outro assunto? Conte com a Hi Bonjour e entre em contato conosco agora: contato@hibonjour.com.br

O Dia da Mulher e a vida das mulheres no Canadá!

Em comemoração ao Dia da Mulher e a toda garra e força das mulheres em luta por igualdade e respeito pelo mundo, a Hi Bonjour (uma empresa formada 100% por mulheres brasileiras) resolveu contar um pouco para vocês sobre como é ser mulher no Canadá através dos nossos olhos.

Em primeiro lugar, o que podemos dizer é: o Canadá é bem mais avançado em relação ao respeito a mulheres comparado ao Brasil, mas o país ainda não é perfeito. Apesar de nunca termos presenciado isso, já ouvimos relatos de assédio no trabalho, especialmente em áreas dominadas por homens, como TI. Mas nas ruas é difícil ver homens assediando mulheres, como costumamos ver tão abertamente no Brasil. A paquera é algo bem mais discreto e muitas vezes envolve uma conversa ou café inicial que depois pode evoluir para um “date” (um encontro a dois num cinema, jantar, etc). Claro, isso não é regra e provavelmente os jovens canadenses não seguem essa dinâmica na hora de paquerar na balada.

No ambiente de trabalho, existe ainda uma luta enorme pela igualdade salarial (homens chegam a ganhar mais que o dobro que mulheres com a mesma função em algumas empresas do Canadá), mas vemos que o Governo busca tratar e conversar sobre temas como esse abertamente, além de separar orçamentos destinados a dar suporte e voz às mulheres. O primeiro ministro do Canadá, Justin Trudeau, dá o exemplo e, ao fazer as nomeações do seu gabinete fez questão de contratar o mesmo número de homens e mulheres, além de dar visibilidade para imigrantes no governo (https://bloom.bg/2BWVIF8).

1104trudeaucabinet

O Canadá também é considerado um dos países que mais recebem mulheres em busca de asilo. Dentre as principais razões estão: violência doméstica, casamentos forçados e violência sexual. Dentre os países com maior número de requisições estão a Nigéria, o Haiti e o Afeganistão (http://bit.ly/2EmiRhz).

O que observamos no dia a dia no país é que o diálogo sobre assédio sexual e direitos das mulheres está aberto e tanto homens e mulheres estão dispostos a discutir e partilhar experiências. Por ser um país que acolhe imigrantes de todo o mundo, é normal que cada cultural traga suas tradições e que essas tradições não sejam bem vistas por todas as pessoas, mas o respeito e a integridade da mulher estão acima de qualquer cultura. Por isso, em meio às denúncias de assédio sexual na indústria do cinema em 2017, Montreal abriu uma linha telefônica temporária para receber denúncias de assério sexual na cidade. Entre os dias 19 de Outubro e 6 de Novembro de 2017 foram recebidas 463 ligações. Dessas, 98 se tornaram casos policiais, com boletim de ocorrência (http://bit.ly/2F16yIL). A linha foi fechada devido ao baixo número de ligações recebidas depois de um tempo, mas ainda existem diversos outros canais onde mulheres podem buscar apoio e suporte no país, além do 911 que é a linha telefônica para casos emergenciais em geral.

C6bkdOYVUAM2l0W-900x555

Ainda no país, o governo de Montreal busca pensar nos pequenos momentos do dia a dia em que a mulher se sente mais vulnerável, quando, por exemplo, descem à noite numa parada de ônibus que fica longe da sua casa. Por isso, a STM (que é a linha de transporte público da cidade) disponibilizou serviço onde mulheres podem pedir à noite que motoristas de ônibus a deixem em um lugar mais perto da sua casa (sem mudar o trajeto da linha), por exemplo, podem pedir que o veículo pare entre uma estação e outra. Tudo isso para diminuir o trajeto a pé feito por mulheres ao chegar em casa durante a noite. (http://www.stm.info/en/info/advice/travelling-alone-night)

A Canadian Women’s Foundation (https://www.canadianwomen.org/) é uma das organizações mais fortes do país que trabalham em parceria com as províncias para criar programas de acolhimento a mulheres que sofreram assédio sexual no ambiente familiar ou no trabalho, também em busca de equalidade salarial entre homens e mulheres e muito mais. Entre 2015 e 2016 foram mais de 100 programas criados por todo o Canadá. Além dessa fundação diversas outras apoiam a causa e também buscam dar apoio a mulheres imigrantes, indígenas e LGBT.

Palestras Estude, Trabalhe e Imigre para o Canadá – 2018

Nossa Palestra sobre Estudo, Trabalho e Imigração no Canadá está de volta ao Brasil! Confira as cidades e faça sua inscrição por aqui!

SAOPAULO

SÃO PAULO

No próximo dia 03 de março a Hi Bonjour vai tirar todas as suas dúvidas e te deixar pronto para embarcar na melhor viagem da sua vida! Além disso, contaremos com a presença do Cegep de las Gaspésie e des îles, campus Montreal.

O quê: Palestra Estude, Trabalhe e Imigre para Canadá
Quando: 03/03/2018 – 11h00 Onde: São Paulo – Hotel Quality Faria Lima Inscrições: Gratuita pelo link http://bit.ly/PalestraSP2018

 

RECIFE

RECIFE

Nossa equipe estará na cidade no dia 27 de março para tirar todas as suas dúvidas sobre aplicação de vistos, mercado de trabalho, custo de vida e as vantagens de estudar, trabalhar e imigrar para o Canadá! Neste dia também contaremos com a participação do Centennial College e da escola de idiomas Quest Language Studies, de Toronto! Faça sua inscrição aqui >>> http://bit.ly/PalestraREC2018

O quê: Palestra Estude, Trabalhe e Imigre para Canadá
Quando: 27/03/2018 – 19h00
Onde: Recife – Hotel Best Western Manibu
Inscrições: R$10,00 através do link http://bit.ly/PalestraREC2018 (valor será revertido para a instituição NUBEM (Núcleo Beneficiente Mirandinha) de Betina, Minas Gerais.

base-palesta-2018-04

FORTALEZA

A Hi Bonjour vai desembarcar em Fortaleza no dia 29 de março para apresentar a nossa Palestra sobre Estudo, Trabalho e Imigração no Canadá e tirar todas as suas dúvidas sobre aplicação de vistos, mercado de trabalho, custo de vida e as vantagens de estudar, trabalhar e imigrar para o Canadá. Neste dia você também vai poder conhecer e conversar com representantes do Centennial College e da Quest Language Studies, ambas localizadas em Toronto! Faça sua inscrição aqui >>> bit.ly/PalestraFORTALEZA2018

O quê: Palestra Estude, Trabalhe e Imigre para o Canadá
Quando: 29 de março – 19h
Onde: Hotel Golden Tulip (Fortaleza/CE)
Inscrições: 1 Kg de Alimento (que será doado à Casa de Apoio Sol Nascente) aqui bit.ly/PalestraFORTALEZA2018

base-palesta-2018-03

NATAL

No dia 28 de março é a vez de Natal receber a nossa Palestra sobre Estudo, Trabalho e Imigração no Canadá! Estaremos na cidade para tirar todas as suas dúvidas sobre aplicação de vistos, mercado de trabalho, custo de vida e as vantagens de estudar, trabalhar e imigrar para o Canadá. Também estarão conosco neste dia representantes do Centennial College​ e da Quest Language Studies, Toronto, Canada​! Faça sua inscrição aqui >>> bit.ly/PalestraNATAL2018

O quê: Palestra Estude, Trabalhe e Imigre para o Canadá
Quando: 28 de março – 19h
Onde: Hotel Majestic (Ponta Negra, Natal/RN)
Inscrições: R$10 (revertidos para o Núcleo Beneficente Miradinha) aqui bit.ly/PalestraNATAL2018

Como utilizar os serviços de saúde no Canadá

HealthCanada

O sistema de saúde canadense varia entre as províncias, cada uma delas possui seu sistema e suas regras específicas. Todas elas fornecem serviços médicos de emergência gratuitos, mesmo que você não tenha um cartão de saúde do governo, mas haverá restrições dependendo do seu status de imigração. Em algumas províncias, com status de estudante, trabalhador ou residente você deve aguardar, às vezes até três meses, antes de poder obter o seguro de saúde do governo. Por isso, é importante ter um seguro de saúde privado para esse período de espera.

 

Os planos de seguro de saúde do governo oferecem acesso a serviços médicos básicos. Alguns serviços não têm cobertura, como medicamentos prescritos, cuidado dental, fisioterapia, serviços de ambulância, entre outros. Quando você trabalha no Canadá, algumas empresas podem te dar cobertura extra para alguns desses serviços.  Nesse link do governo http://www.cic.gc.ca/ENGLISH/newcomers/after-health.asp é possível encontrar detalhes sobre o sistema de saúde de todas as províncias.

 

Sendo residente permanente, você pode ter acesso a um ‘médico de família’, que é um clínico geral que te acompanha, que vai conhecer seu histórico, solicitar exames e te encaminhar para especialistas. Alguns brasileiros costumam achar estranho por não conseguirem ir diretamente a um médico de uma determinada especialidade, como é comum no Brasil. Mas, no Canadá, para ser encaminhado a um cardiologista, por exemplo, é preciso passar pelo médico de família primeiro e é ele quem faz o encaminhamento, caso julgue necessário. Esse processo pode ser um pouco demorado também, pois há uma demanda grande para alguns especialistas e varia de acordo com a urgência do seu caso. Por ser um sistema público de saúde, os médicos levam bastante em consideração o seu histórico médico e sintomas, por isso, exames de rotina e check-ups sem precedentes normalmente são feitos em clínicas particulares por quem deseja (alguns planos de saúde empresariais fazem cobertura desse tipo de exames particulares).

 

Encontrar um médico de família, em cidades grandes, não é um processo muito fácil. O governo tem um sistema que te ajuda a procurar por um profissional para te acompanhar, se chama Health Care Connect. Nele, você faz um cadastro e aguarda enquanto eles encontram um profissional disponível para aceitar novos pacientes. Caso não queira esperar, você pode pedir indicação de amigos que já têm um médico de família ou procurar em outros sites, como o Rate MDs ou Opencare.

 

Há também as walk-in clinics, onde não é necessário marcar a consulta previamente. O paciente vai até o local, mostra seu cartão de saúde e aguarda pelo atendimento. Mas, vale ressaltar que, algumas vezes nesses locais, os médicos costumam fazer um atendimento bem básico. Se for caso de emergência, é melhor ir até um hospital. Se for realmente urgente, serão feitos todos os exames necessários e depois será indicada a medicação e/ou tratamento adequados. Mas, lembre-se, o tempo de espera nos hospitais depende do nível da sua emergência. Em alguns casos, você pode passar horas esperando.

 

Saiba mais em:

Health Care Connect: https://www.ontario.ca/page/find-family-doctor-or-nurse-practitioner

RateMDs: https://www.ratemds.com

Opencare: https://www.opencare.com/

Dicas de canais do YouTube para ajudar no seu inglês

Todo mundo sabe que quanto mais estímulo e prática para aprender um novo idioma, melhor o aprendizado. Seja para se preparar para um intercâmbio, viagem, exame ou apenas para aperfeiçoar mais o conhecimento de inglês, separamos três opções de canais no YouTube que prometem dar uma forcinha no seu “speaking”.

Inglês de bolso
As aulas são em vídeos de curta duração e fácil memorização e podem ser assistidos tanto no celular quanto no computador.

 

English in Brazil

Carina Fragozo é formada em Letras e professora de inglês há mais de 10 anos. No canal você encontra dicas sobre tudo o que diz respeito ao ensino e aprendizagem da língua inglesa: pronúncia, gramática, vocabulário, dicas de estudo, cultura, viagem, curiosidades e bate-papos.

 

Tia do inglês

Os vídeos são postados todas as terças, quartas e quinta-feiras. O destaque é o humor e descontração das aulas.

 

Para aprender com Nativos:

EngVide

A plataforma é uma das mais conhecidas no mundo quando o assunto é aprender com nativos. O time conta com 11 professores, entre canadenses e britânicos

 

Rachel English

Rachel é norte-americana e ensina a pronúncia utilizada nos EUA. Todos os vídeos tem legendas para ajudar os não nativos a compreenderem bem vocabulário.

Quer fazer um College no Canadá? Nossa estudante dá dicas de como se planejar de forma eficiente.

Assim como para qualquer viagem simples, um bom planejamento é a chave para quem vem fazer um College no Canadá. Entender todas as etapas, preencher os requisitos necessários e montar uma estratégia para enfrentar as dificuldades e alcançar as metas é essencial para quem quer se dar bem em outro país. Para começar, é preciso conhecer bem as regras de imigração (se esse for o seu desejo após o curso) e perceber as reais possibilidades de imigrar.

191493-636216272238101137-16x9

O processo de preparação segue com o planejamento financeiro. “Pensamos em tudo nos mínimos detalhes. Começamos a juntar x% do salário todo mês e planejar os gastos que teríamos lá nos primeiros seis meses. Elaboramos uma planilha de despesas pré e pós embarque, e uma planilha de gasto mensal por 12 meses. Procuramos conhecer toda a região de Toronto e as áreas próximas ao Centennial College”, explica. “Acho que as principais atitudes que tomamos com relação ao planejamento nos permitiram evitar surpresas desagradáveis, pois calculamos todos os riscos e criamos um plano B e C para eles”, conta Camila.

183682-636207781147536792-16x9

Antes de partir é hora de traçar um roteiro detalhado de o que fazer na cidade e quais os primeiros passos a tomar. “Chegamos a Toronto com um planejamento de como seriam nossos próximos dias. Tínhamos listado tudo: desde qual era o supermercado mais próximo da nossa hospedagem, até alguns detalhes sobre as rotas de transporte e os compromissos seguintes, como procurar apartamento, abrir conta no banco e telefone. Chegamos bem mais ‘familiarizados’ do que esperávamos”, afirma Camila.

Business people sitting and walking in airport terminal, business travel concept. Flat design.

Para garantir o sucesso da viagem e saber se você tem reais chances de imigrar após o College, Camila dá a dica: “Visite o site oficial da imigração e pesquise. Use aquela calculadora do Express Entry para simular a sua pontuação atual e mensurar o que você precisa fazer para atingir uma pontuação melhor no menor tempo possível dentro do seu budget. Pode ser que para uns seja melhor ficar no Brasil e fazer um IELTS; para outros pode ser que o melhor caminho seja viajar com o cônjuge estudando e você trabalhando, ou vice-versa”, sugere.

 

Camila também dá dicas para quem pensa que o “Projeto Imigração” é fácil e para todo mundo: “Não se iluda com o Canadá. É um país com problemas e qualidades como qualquer outro. Porém, sair do Brasil para o Canadá representa uma viagem de 30 anos para o futuro, especialmente do ponto de vista social das pessoas.”

Brasileiros têm isenção de visto de turista para o Canadá – Conheça se você se enquadra

Os turistas brasileiros que pretendam viajar para o Canadá e atendam aos critérios estabelecidos pelo governo do país podem solicitar autorização de viagem por via eletrônica, através do programa Eletronic Travel Authorization, eTA. Assim, no lugar do visto de turismo (processo que o viajante deveria pagar um valor alto e requisitar o visto através do consulado canadense em São Pauloo), os brasileiros que se enquadram nos critérios precisarão, apenas, dessa autorização que é bem mais rápida e barata, pode ser feita online e, na maioria das vezes, sai na hora. A nova medida começou a valer no dia primeiro de maio, mas é necessário ficar atento aos requisitos.

HB17019-5_1

Para ter direito à isenção do visto de turista e a obtenção do eTA é necessário ter tido visto de visitante canadense nos últimos 10 anos ou possuir um visto válido para os Estados Unidos. Quem já possui visto canadense válido não precisa de um eTA para voar para o Canadá e pode continuar a viajar com o visto de visitante até que ele expire. Além disso, essa nova regra vale somente para brasileiros que chegam ao Canadá por via aérea. Aqueles que pretendem viajar para o país de carro, ônibus, trem ou barco, incluindo navios de cruzeiro, ainda precisam de um visto de visitante.

 

Solicitar a autorização é um processo online bem simples e a maioria dos requerentes obtém a aprovação em poucos minutos. Mas, o processo de alguns requerimentos pode levar alguns dias caso sejam solicitados mais documentos. Para fazer sua solicitação, basta ter em mãos seu passaporte válido, endereço de e-mail e pagar uma taxa de 7 dólares canadenses. Essa taxa não é reembolsável e o pagamento pode ser feito através de cartão de crédito, débito (Visa) ou Interac (que é o sistema de transferência online realizado entre bancos no Canadá).

É possível encontrar mais detalhes sobre o eTA nesse link: http://www.cic.gc.ca/english/visit/eta-start-pt.asp

Lives Hi Bonjour no Facebook – Participe e tire suas dúvidas!

Sabe aquela dúvida que você tem sobre imigração no Canadá e formas de estudo no país? Nada melhor do que um bate papo informal para esclarecer, não é? Atrelamos a tecnologia com a informação e a Hi Bonjour agora realiza lives no Facebook mensalmente para esclarecer alguns pontos específicos sobre esses temas. Você pode participar ao vivo e tirar suas dúvidas na hora com nosso time de experts no assunto e convidados de instituições de ensino de todo o Canadá ou também pode acompanhar o bate-papo, na íntegra no nosso canal do YouTube.

 

Perdeu os três primeiros? É só dar o play nos links abaixo. Ah! E qualquer dúvida, não deixa de falar com a gente através do nosso ema-mil: contato@hibonjour.com.br

Teremos o maior prazer em atender você!
Live 1 – Nesta Live, a Camila apresenta a Hi Bonjour, com todas as suas especificações e tira dúvidas sobre tipos de cursos oferecidos nos Colleges e quais os mais procurados. No vídeo ela também explica sobre e programas de imigração na província do Quebec, bem como toda avaliação pedida para dar entrada no processo.

 

[youtube id=”1NjmzAuofho” width=”600″ height=”350″ autoplay=”no” api_params=”” class=””]

 

Live 2 – Nesta Live, a Thaís fala sobre os tipos de Colleges do Canadá, elencando os mais baratos, bem como o idioma que poderá ser estudado: inglês ou francês. No vídeo, Thaís fala sobre o processo de entrada em um College, a necessidade de solicitar a entrada com antecedência e cursos disponíveis em cada um, especialmente nas províncias de New Brunswick e British Columbia.

 

[youtube id=”zoVOIZ4j71E” width=”600″ height=”350″ autoplay=”no” api_params=”” class=””]

 

Live 3 – Nesta Live, nossa Student Advisor, Zuly Moreira, realiza um bate-papo on-line sobre Estudo e Trabalho em Ontário com a participação do professor, Mauro Spies, do departamento de logística do College Centennial. Assuntos como processo de procura de empregos e mercado de trabalho em Ontário, imigração para o Canadá, e matérias ministradas nos cursos foram respondidos.

 

[youtube id=”GjtE3rOY98U” width=”600″ height=”350″ autoplay=”no” api_params=”” class=””]

 

 

Live 4 – Nossa Student Advisor, Zuly Moreira, Atus Martins, do Centennial College, e Cristina Martins, da Quest Language Studies, falaram sobre como se preparar para fazer um College no Canadá. Dúvidas de como se planejar para fazer um College, a importância do estudo do inglês e programas como o Pathway, foram discutidos.

 

https://www.facebook.com/hibonjourtravel/videos/1155753051200486/