Vai imigrar para o Canadá? Então você precisa saber tudo sobre o IELTS!

Quem está pensando em imigrar para o Canadá através do Programa Express Entry já se deparou com a necessidade de realizar um teste de proficiência em inglês. Esse teste visa comprovar o seu conhecimento do idioma, e com isso, certificar que você está apto a se adaptar à vida canadense, logo quando imigrar. Você conhece os testes de proficiência em inglês realizados pelo mundo? Sabe quais são aceitos pelo Programa Express Entry?

Os mais conhecidos são o TOEFL (Test of English as a Foreign Language) e o IELTS (International English Language Testing System), sendo o primeiro mais solicitado nos Estados Unidos e o segundo, na Europa e demais países, além de ser o teste mais solicitado para o Processo de Imigração. Escolher entre eles depende do seu objetivo. “A escolha vai depender do destino para o qual o estudante encaminhará a certificação. É preciso saber qual é o teste e qual a nota a universidade de interesse do estudante solicita, além do exigido nos procedimentos de Imigração. Cada caso e cada objetivo tem uma necessidade específica de certificação”, explica Márcia Virgínia, Sócia fundadora e diretora pedagógica do Virgínia Idiomas.

Os exames não aprovam ou reprovam um candidato. As pontuações são classificadas em um sistema e cada instituição educacional ou organização estabelece seu próprio nível de pontuação para atender seus requisitos. Para Márcia Virgínia, tendo domínio sobre o idioma, não há motivo para preocupação em termos de dificuldade. “A percepção de dificuldade de cada certificado ocorre mais em virtude da exigência da nota pelo estabelecimento de interesse. Eles são feitos para identificar o nível de proficiência do aluno, então, quanto mais fluente o estudante for, mais facilidade terá ao realizar o teste”, explica.

Os testes avaliam as habilidades de leitura, conversação, escrita, redação e compreensão auditiva e cada uma tem um tempo específico para sua realização. O IELTS, por exemplo, dedica 30 minutos para interpretação oral, 1 hora para interpretação de texto, 1 hora para redação e até 14 minutos para conversação. O teste pode ser feito em 48 datas fixas por ano, em uma das seguintes cidades: Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Fortaleza, Natal, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro e São Paulo.

Márcia Virgínia aconselha que, para fazer os testes de certificação, é preciso estudo como qualquer outra prova. “Não basta saber inglês é preciso se preparar para o teste. O primeiro passo é escolher o teste que irá fazer para então adquirir o material de estudo específico para essa prova. Dessa forma, o aluno poderá se preparar adequadamente para a certificação desejada”, conclui.

Quem deseja realizar o IELTS pensando no Express Entry canadense deve ficar ligado no seguinte: a pontuação mínima necessária é medida em CLB (Canadian Language Benchmarks), então é aceito a partir de CLB7, que corresponde a 6.0 no IELTS. Mas, lógico, quanto maior for a sua pontuação no teste, maiores chances de imigrar mais rapidamente.

Entenda mais sobre a pontuação do IELTS:

Para mais informações sobre o IELTS, você pode acessar esse link: http://takeielts.britishcouncil.org/locations/brazil. Já em relação ao TOEFL, as informações encontram-se nesse site: http://www.ets.org/bin/getprogram.cgi?test=TOEFL.

Gostou deste artigo? Compartilhe!

Deixe um comentário

Chat via Whatsapp
Send via WhatsApp