PROFISSÃO: Aviação no Canadá

A indústria da aviação desempenha um papel importante na economia do Canadá que é o lar de vários setores relacionados a esse mercado e um dos principais contribuintes de emprego direto. O último relatório do Governo do Canadá mostrou que, em apenas um ano, o setor gerou aproximadamente 62 mil empregos, gerando $7,8 bilhões de dólares em produção econômica direta nas operações da indústria e também na fabricação de aviões que ocorre no Canadá.  Segundo o estudo mais recente do Conselho Canadense de Aviação, haverá uma demanda de contratação de 55.000 novos trabalhadores até 2025 para acompanhar o crescimento projetado do setor.

O setor também contribui para a receita do governo federal de forma significativa. Os impostos totais pagos anualmente são estimados em quase $ 900 milhões. A maioria dos impostos arrecadados é destinada ao governo federal e governos provinciais em 63% e 35%, respectivamente. Estima-se também que os impostos municipais sejam quase $19 milhões em todo o Canadá (2% do total de impostos coletados). O setor aéreo do Canadá inclui 1.889 aeródromos, incluindo 26 aeroportos que fazem parte do National Airports System (NAS); 570 aeroportos certificados e heliportos que suportam vôos regulares e não regulares e 1.297 aeródromos registrados. Dos aeródromos do Canadá, mais de 55% são terrestres, 26% são heliportos e 19% são aeródromos aquáticos. Os aeroportos movimentam aproximadamente 90% de todos os volumes programados de passageiros e cargas no país.

O Canadá também contribui fortemente para a fabricação de aeronaves de aviação executiva que suportam o setor de maneira global. É sede da Bombardier, líder global em design, fabricação e suporte a aeronaves executivas, Pratt & Whitney Canadá, Bell Helicopter Textron Canadá, CAE e Viking Air Ltd, que são algumas das principais empresas do setor de fabricação de aeronaves executivas. Dentro do sistema de aviação canadense, existem duas principais subdivisões: operações comerciais e operações privadas. A primeira categoria compreende as principais companhias aéreas que operam transporte aéreo programado, como Air Canada, WestJet, Porter e várias operadoras regionais. As operações privadas incluem ainda todas os outros tipos de aviação não militar, incluindo negócios e operações pessoais. 

As indústrias de aviação e aeroespacial precisam atrair um total de 55.000 trabalhadores até 2025 nos três subsetores: transporte aéreo, atividades de suporte para transporte aéreo, fabricação. Confira abaixo as principais profissões em demanda com a média salarial anual.

  • Pilotos aéreos, engenheiros de vôo e instrutores de vôo | $ 70,908
  • Mecânicos de aeronaves e inspetores de aeronaves | $ 49,504
  • Comissários de bordo | $ 31,096
  • Montadores de aeronaves e inspetores de montagem de aeronaves | $ 33,228
  • Mecânico elétrico, técnico e inspetores | $ 48,906
  • Controladores de tráfego aéreo e ocupações relacionadas | $ 43,628
  • Atendentes de rampa de transporte aéreo | $ 26,156
  • Gerentes em transporte | $ 84,084
  • Maquinistas e inspetores de máquinas e ferramentas | $ 41,210
  • Engenheiros aeroespaciais | $67,808
  • Gerentes de operação e manutenção de instalações | $ 68,883

Gostou deste artigo? Compartilhe!

Deixe um comentário

Chat via Whatsapp
Send via WhatsApp