Na hora de fazer o seu plano Canadá, considere morar em London!

 

Você já pensou em imigrar para o Canadá e morar em cidades menores? Elas costumam apresentar mais vantagens quando comparadas aos grandes centros. Um deles é a economia no custo de vida. London, cidade com um população de quase 380 mil pessoas da província de Ontário, se destaca entre os destinos com essa e várias outras características.

 

Situada praticamente a meio caminho entre Toronto, capital da província, e Detroit, em Michigan (EUA), a cidade de London é considerada um centro regional das áreas de saúde e educação, onde estão alocados importantes centros de ensino como o Fanshawe College, além de reconhecidos hospitais. A cidade também é referência para a área de Tecnologia da Informação, com mercado em expansão para o setor.

 

Com aeroporto internacional, indústrias, empresas de tecnologia, parques, museus, teatros e habitação a preços acessíveis, London oferece todas as comodidades encontradas nos grandes centros com a tranquilidade que é característica da cidade que, em 2017, conquistou o primeiro lugar entre as cidades canadenses que melhor integram imigrantes.

De acordo com o site Numbeo, estima-se que o custo de vida para uma pessoa solteira que mora em London seja, em média, 2.609,49 (R$) (938,04 C$). Para uma família de quatro pessoas, o custo de vida calculado é de 9.313,95 (R$) (3.348,12 C$).

 

Quem prefere um lugar com estações do ano bem definidas, também vai gostar de morar por lá: o clima é confortável e permite atividades ao ar livre durante todo o ano, de modo que no inverno as temperaturas típicas são de 6,3ºC e no verão, de 20,5ºC)

 

London é uma das cidades que melhor representa o lema canadense “Todos são e sempre serão bem-vindos”! Que conhecer as opções que a Hi Bonjour oferece por lá? Envie um e-mail para contato@hibonjour.com.br =D

Aproveite o Black Month Hi Bonjour de 01 a 30 de novembro de 2018 e garanta matrícula grátis no Fanshawe College em todos os cursos disponíveis para estudantes internacionais.

Gostou deste artigo? Compartilhe!

Deixe um comentário