Profissões em demanda no Canadá: TI

A alta demanda por profissionais qualificados na área de Tecnologia da Informação é uma tendência mundial e pelo atual contexto digital em que vivemos o setor continuará seguindo esse rumo de maneira crescente. As tecnologias digitais têm modificado os modelos de negócio em todo o mundo e, hoje, muitas empresas contam com um setor de TI ou tem o suporte de alguma empresa terceirizada. O Canadá é um dos países que faz parte dessa tendência e vive um bom momento neste setor que, além de promissor, apresenta diferentes áreas de interesse nas quais o profissional pode atuar e buscar especializações.

Há inúmeras possibilidades de atuação no mercado de trabalho e essa variedade de trabalhos técnicos e especializados significa que há bastante espaço para crescimento profissional e estabilidade na carreira.  Os salários no setor variam dependendo do papel do profissional, das responsabilidades e a experiência canadense. As funções de suporte tendem a estar entre $ 35.000 e $ 70.000 por ano. Já os vários tipos de analistas, administradores e especialistas em garantia de qualidade ganham algo em torno de $ 50.000. A maioria dos papéis de desenvolvedor também está na faixa de médio a alto salário.

No Canadá, o setor gerou uma receita anual de mais de 150 bilhões de dólares em 2015, enquanto contribuiu com aproximadamente 70 bilhões de dólares para o Produto Interno Bruto (PIB) do país a cada trimestre. O setor também é um importante fornecedor de oportunidades de emprego no Canadá, registrando um total de mais de 900.000 empregos em 2016. Muitos desses trabalhos foram gerados pela indústria de serviços profissionais, científicos e técnicos.

Imigrantes no mercado de trabalho

O Canadá tem uma longa tradição de receber bem os imigrantes e atrair os profissionais de diversas áreas para que esses talentos possam contribuir para o crescimento do país. De fato, é um dos lugares mais procurados para esse processo de imigração por pessoas do mundo todo. Em termos de empregos para a área de TI não seria diferente. Segundo um estudo do Information and Communications Technology Council (Conselho de Comunicação e Tecnologia da Informação) sobre a relação do mercado de trabalho e imigração, os imigrantes são uma força vital para a competitividade e a economia digital do país.

Atualmente, há mais de 40% de imigrantes empregados nessa área, entre residentes permanentes, cidadãos e trabalhadores temporários. Desde 2008, o número de profissionais vindos de outros países aumenta a cada ano, sendo alguns desses já com background na área de TI, enquanto outros mudam de área, mas já possuem formação acadêmica anterior. Mas, apesar da importância dos imigrantes para a economia digital do país, há ainda barreiras e desafios para atrair e integrar esses profissionais ao mercado de trabalho.

Falando em termos de província, Ontário é a que possui o maior número de imigrantes empregados no setor, seguida respectivamente pelo Quebec, depois British Columbia, Alberta, Manitoba, Nova Scotia, New Brunswick, Saskatchewan, Newfoundland and Labrador e PEI. Já a faixa etária desses profissionais gira em torno de 25 a 44 anos de idade. Entre eles, está o brasileiro Rodrigo Paixão que, primeiramente, veio ao Canadá com a esposa para estudar inglês. Os planos mudaram no meio do caminho e ela foi estudar em um college em Toronto, enquanto ele, que já era da área de TI, trabalhava. “Meu irmão e sua esposa já moravam no Canadá e eu e ele somos da área de TI. Então, ele sempre me passava informações sobre o mercado daqui, as oportunidades, a qualidade de vida. Foi quando resolvemos encarar o desafio e mudar de endereço”, explica.

Rodrigo Paixão

Rodrigo já atuava no Brasil há 10 anos com desenvolvimento web/mobile e conseguiu o primeiro emprego canadense em apenas 1 semana. Apesar da rapidez, ele afirma que passou pela dificuldade do problema mais comum dos recém-chegados: a experiência canadense. Hoje, atua como líder na área de desenvolvimento do banco RBC, pois focou sua carreira na área financeira e se especializou em plataformas digitais (web e aplicativos mobile) para bancos e empresas de cartão de crédito.

A área de TI tem alta demanda em todas as especialidades e segundo ele, a grande diferença não na está na formação, mas está justamente na experiência e dá a dica: “No Canadá, focamos na experiência do profissional, as empresas e projetos em que ele trabalhou, os tipos de problemas aos quais foi exposto e as soluções oferecidas e qual foi o impacto do projeto”, o que é uma das grandes diferenças em relação ao Brasil, segundo ele. “No Brasil é extremamente comum a exigência de um funcionário altamente qualificado (formação acadêmica, certificações, cursos), mas pagam um baixo salário”.

Áreas em maior demanda e salários

A grande variedade de certificações na área pode dificultar na decisão de qual será o caminho da sua carreira. Sendo assim, algo que ajuda é saber a demanda do mercado, média salarial e ainda as áreas mais populares para contratação. A empresa Randstad, especializada em gestão de carreira e Recursos Humanos, tem uma lista com as profissões de maior demanda na área de TI nos últimos anos. São elas: Desenvolvedor de software, Engenheiro de software, Suporte técnico, Analista de sistemas, Analista de informações, Garantia da Qualidade, Desenvolvedor de Java e Desenvolvedor para dispositivos móveis. 

Ainda de acordo com a empresa, 65% dos canadenses dizem que o salário é o principal ponto a ser considerado na busca por um novo emprego e a média salarial do setor é bem atrativa. Confira abaixo algumas certificações com o salário médio inicial: 

CertificaçãoSalário médio inicial
(por hora)
Desenvolvedor de software$ 20,82
Engenheiro de software$ 26,00
Suporte técnico$ 15,00
Analista de sistemas$ 22,60
Analista de informações$ 18,27
Programador de Java$ 20,82
Desenvolvedor para dispositivos móveis$ 20,82

Com a constante evolução da tecnologia e o ritmo com o qual isso acontece, o Canadá passa pelo desafio de recrutar mão de obra qualificada para atender a demanda das empresas por talentos tecnológicos. O país é reconhecido como um dos líderes em especialidades tecnológicas emergentes e isso atrai a atenção de gigantes da área tornando a indústria de tecnologia a que mais cresce no país. Com esse cenário, se você é um profissional que já atua na área ou tem habilidades tecnológicas e quer tentar uma nova carreira, o Canadá pode ser uma ótima opção para uma carreira de sucesso e com estabilidade.

Gostou deste artigo? Compartilhe!

Deixe um comentário

Chat via Whatsapp
Send via WhatsApp