Sistema Educacional no Canadá: Como funciona?

Fazer intercâmbio é uma experiência que cada vez mais está atingindo uma parcela mais nova de pessoas. Os pais de hoje em dia, ao verem como foi boa a sua própria experiência com intercâmbio, querem enviar seus filhos não apenas para estudar inglês, mas para cursar um ano de ensino fundamental ou médio no exterior. Você sabe como isso funciona? Seja para fazer o High School ou na hora de imigrar com os filhos para o Canadá, muitas são as dúvidas sobre como realmente funciona o sistema de ensino no país. Por isso, fizemos esse post para responder todas essas questões.

Primeira coisa: quem administra o Elementary School (equivalente ao nosso ensino fundamental) e o Secondary School, ou se preferir High School (equivalente ao nosso ensino médio), é o governo provincial, portanto algumas regras podem mudar de província para província.

Elementary School – Em algumas províncias as crianças podem iniciar a educação pré-primária aos quatro anos, antes de começar a escola primária aos seis. Ontário é a única província que possui dois níveis de Jardim de Infância (Junior e Sênior). Em outras províncias, o primeiro ano de escola “oficial”das crianças é aos 5 anos. Antes disso, as crianças podem frequentar “Day Cares”ou creches que cuidam e ensinam muito para as crianças.

High School ou Secondary School-  A educação secundária varia de acordo com a província, e a estrutura de séries também pode variar. Em Quebec, por exemplo, a educação secundária termina no 11º ano.  A educação é compulsória até os 16 anos em todas as províncias do Canadá, exceto em Ontário e New Brunswick (onde a idade é de 18 anos). Os estudantes podem continuar a frequentar as escolas secundárias até os 19-21 anos (a idade varia nas províncias).

HI16-07-BLOG-03

Por conta da carga horária do ano letivo ser praticamente o dia todo (início da manhã até o meio da tarde), as escolas secundárias oferecem muitas opções de matérias profissionalizantes, como música, teatro, fotografia, mecânica, estética, culinária, entre outras. Os alunos podem criar o seu currículo de atividades extra-classes de acordo com sua aptidão e desejo de carreira no futuro. Essas atividades contam, e muito, no currículo do aluno, na hora dele ser selecionado por uma universidade.

É obrigatório nos primeiros anos do High School o estudo das matérias tradicionais: geografia, matemática, física, química, história, etc. A partir do “Grade 11” o aluno já consegue focar na área de sua preferência e habilidades, ele tem a liberdade para escolher até o nível de dificuldade e intensidade das matérias que deverão ser estudadas no período da High School.

Ano Letivo –  O ano letivo do Canadá vai de setembro a junho, pois as férias de verão são nos meses de julho e agosto. Mas calma, os brasileiros que forem concluir seus estudos nas províncias canadenses também pode iniciar o ano letivo no mês de janeiro, assim como no Brasil. Existe também o Winter Break (recesso de inverno), também chamado de Christmas Break (recesso de Natal), de duas ou três semanas em dezembro, e um Spring Break (recesso de primavera) de uma semana em março.

Matérias cursadas no Brasil – Uma das grandes preocupações acerca dos estudos no Canadá é se dá para aproveitar as matérias cursadas no Brasil. É possível, sim! Todavia, antes de viajar é necessário conversar com a escola do Brasil para ver o que eles recomendam.

Custo – Não há custos na educação elementar e secundária para o aluno que é cidadão canadense ou permanente residente. Para todos os outros casos, o ano letivo custa em média CAD$ 10 mil a CAD$ 15.400, com duração de 10 meses. Os números parecem grandes, né? Mas se você for pensar direitinho e colocar tudo que é gasto mensalmente no Brasil com escola, inglês, esportes e outras atividades, você percebe que muitas vezes o gasto anual no Brasil é o mesmo do Canadá.

Gostou deste artigo? Compartilhe!

Deixe um comentário

Chat via Whatsapp
Send via WhatsApp